Coqueiro Alto: Prefeitura de Porto Seguro deixa o Distrito abandonado, diz morador

Nesta semana, uma denúncia feita por um morador de Coqueiro Alto, distrito de Porto Seguro, vem chamando a atenção e causando revolta pelo estado do local.

Através de vídeos e áudios, o morador mostra a situação com a qual a comunidade de Coqueiro Alto, em Trancoso, precisa lidar.

Nas imagens, é possível ver uma quantidade enorme de mato por toda parte, tomando conta de ruas e até de uma igreja. Conforme a denúncia, isso está fazendo com que surjam muitos insetos no local, além de dificultar a locomoção de pessoas.

Nos vídeos, o morador aponta para o total abandono de uma das ruas do distrito, e seu estado intransitável ao ser quase engolida pelo mato. “Isso aqui era uma rua, tá vendo? Hoje não passa nem lagartixa, é perigoso até um inseto morder alguém que for passar aqui no meio do mato”, diz.

Mostrando uma igreja cujo terreno está repleto de grama alta, ele demonstra sua indignação com o abandono de Coqueiro Alto, dizendo até mesmo que irá mandar cortar o mato – trabalho que deveria ser da prefeitura. “Até sábado se ninguém fizer nada aí eu vou fazer por conta própria aqui. Vou mandar roçar isso aqui, porque é uma vergonha uma comunidade igual Coqueiro Alto com mato entrando dentro da igreja”, afirma o homem.

O Distrito é o reflexo da inoperância da atual gestão. A falta de cuidado é evidente, chegando a um ponto em que a própria população precisa resolver os problemas de suas comunidades – desembolsando ainda mais recursos, sendo que já pagam seus impostos às autoridades, que são (ou deveriam ser) as responsáveis por tais cuidados.

“Vou fazer o que a prefeitura devia fazer”

Posteriormente, em um áudio, o mesmo homem dos vídeos parece ter cansado do descuido com o distrito, tomando providências por conta própria.

“Coqueiro Alto está largado às traças, né. E amanhã mesmo eu já vou mandar roçar aí perto da igreja, deixar essas coisas organizadas porque imagina aí… se você vai para a igreja não dá nem para entrar porque tem tanto carrapicho. Se for mulher pega na barra do vestido, né. Então amanhã ou depois de amanhã já vou pedir ao pessoal para roçar aí”, diz o morador.

Por fim, ele responsabiliza a prefeitura de Porto Seguro e os vereadores pelos trabalhos não realizados. “E a rua aí não dá para fazer, porque não dá para a gente fazer tudo, mas pelo menos a praça aí eu vou mandar roçar. E vou pagar com o meu dinheiro aqui, vou fazer o que a prefeitura devia fazer, os vereadores pedir para fazer, né… só que não tá acontecendo nada então vou fazer isso aí.”

Da Redação Namidia News