Arraial d’ Ajuda chora a partida de Ari Sobral “o homem de múltiplos talentos”

Ari Sobral, 72 anos, foi um homem de múltiplos talentos, compositor, músico, engenheiro, professor, passou a dar aulas de matemática, física e geografia, ensinou muitas gerações, o “Amado mestre”.

Ari chegou no distrito de Arraial d’ Ajuda, em Porto Seguro, no verão de 1976, adepto da “filosofia hippie” amante da liberdade, veio, se apaixonou, largou tudo para viver no lugar mais charmoso e encantador do país.

Tocava lindamente seu atabaque, foi o músico que mais cantou a nossa região. Fez parceria com Áurea Catharina, Carlito Milanez, Néo Oliveira, Stephan Weinberger, Jorge Mourão, escrevendo “Arraial d’ Ajuda em cantos e contos”.

Dono de uma inteligência e uma simplicidade inigualável, tinha o costume de andar descalço. Decidiu viver de modo simples, perto do mar, saiu da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro em busca de um sonho, e realizou.

Com a sua partida não só os filhos Pedro, Júlia, João e as enteadas Violeta e Valentina ficaram órfãos, mas o Arraial inteiro, ele leva uma parte da história dos “Arraianos”.

“Meu querido pai ensinou a sempre ter alegria, em momentos de abundância, de alegria ou tristeza, era simples, alegre e Íntegro, então ele não ia querer ninguém triste nesse momento de transição dele. Peço que todos emanem muita alegria e paz para ele, pois era o que ele mais curtia na vida.” Pedro Sobral

“Ari por diversas vezes foi meu companheiro de palco, tinha o prazer de contar a história dele. A primeira vez que o vi calçado, foi um tênis um All Star, não acreditei quando vi, chamava ele de mestre, pois além de ser professor, ele era mestre da vida.” Áurea Catharina

Ari Sobral e Áurea Catharina

Ari partiu no domingo (23), devido complicações no fígado, nas redes sociais inúmeras mensagens de amor, carinho, gratidão e afeto vindas de todo o país.

Redação Namidia News, fotografias autorizada pela família.

Comente com Facebook