Operação policial prende nove pessoas suspeitas de participarem de invasão a fazenda após reintegração de posse em Eunápolis

 No início da manhã desta sexta-feira (4), nove pessoas foram presas durante uma operação das polícias Civil e Militar, em Eunápolis.

Todas com mandado de prisão preventiva expedida pelo juiz Heitor Awi Machado de Attayde, titular da 2ª Vara Crime da Comarca de Eunápolis.

O grupo, que era liderado por um advogado, investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por extorsão, associações criminosas, fraude processual, e outros.

Segundo a 23ª Coorpin, no dia 2 de julho, equipes de Vigilância Patrimonial foram atacadas pelo grupo investigado após o processo de reintegração de posse do terreno da Veracel Celulose. Três vigilantes ficaram feridos e seis carros foram incendiados.

De acordo a polícia, os homens estavam armados com foices e facões. O grupo cortou árvores da plantação de eucalipto e obrigou maquinistas de uma outra empresa a realizar trabalhos em uma estrada para permitir acesso ao local, segundo a investigação.

As prisões foram decretadas a pedido do Ministério Público Estadual da Comarca de Eunápolis, em face da quebra de condições estabelecidas aos réus como medida cautelares, diversas da liberdade provisória, em processo judicial que corre na referida Vara Crime.

Além disso, o Ministério Público investiga também extorsão, falsidade documental, lavagem de dinheiro, fraude processual e coação de Autoridades Públicas envolvidas nas apurações.

De acordo o coordenador da 23ª Coorpin, Moisés Damasceno, “O advogado tem como estratégia denunciar o Ministério Público, o Judiciário, as polícias, ou qualquer outra autoridade contrária a sua vontade particular. O grupo chegou até a criar um blog para disseminar fake news”.

De acordo com informações, um radialista que atuava na extinta 98 FM encontra-se foragido.

Durante a ação, que contou com Policiais Civis da 23ª COORPIN Eunápolis, 6ª COORPIN Itabuna, 8ª COORPIN/Teixeira de Freitas e Policiais Militares da 7ª CIPM/Eunápolis foram apreendidos documentos e aparelhos eletroeletrônicos.

Redação Namidia News, com informações da 23ª COOPIN de Eunápolis

Comente com Facebook