Coletivo Parto Seguro solicita urgência na construção da Casa de Parto em Eunápolis

O Coletivo Parto Seguro atua na região extremo-sul da Bahia desde 2017.

Atualmente eles seguem lutando por melhores condições de saúde para as mulheres e seus filhos/filhas, pela construção das Casas de Parto nos municípios e pelo respeito aos nossos direitos sexuais e reprodutivos, especialmente neste momento delicado de pandemia.

O município de Eunápolis, único da região contemplado com recursos federais para a construção da Casa de Parto Natural, porém o prazo, já prorrogado, para iniciar a construção é até o mês de outubro, caso contrário perderá o recurso federal que expira em Outubro de 2020.

“ A construção da Casa de Parto não pode mais ser ignorada pelas autoridades locais. Nossa região precisa acordar para a necessidade de cuidar melhor das mulheres e dos nascimentos.”

“É inadmissível o que está acontecendo em Eunápolis, não vamos aceitar perder esse recurso. A Casa de Parto Natural é o espaço ideal para os partos de risco habitual porque garante um atendimento respeitoso, com autonomia para as mulheres e seus/suas acompanhantes, com menos intervenção e consequentemente menos Violência Obstétrica” (Jean Cristina, militante do Coletivo) 

Desde 2017 o recurso do Ministério da Saúde foi liberado para a construção da Casa de Parto na área que fica atrás do Hospital Regional.
Em 2018 o Gestor Municipal, Prefeito Robério, assumiu o compromisso da construção da Casa de Parto de Eunápolis no Plano de Ação Regional da Rede Cegonha e não cumpriu.
Convocamos toda a sociedade eunapolitana para exigir a construção da Casa de Parto.

Para assinar a petição, clique aqui.

Redação Namidia News, com informações Coletivo Parto Seguro

Comente com Facebook