Bloco Respeita as Mina trará o combate à violência contra a mulher para a avenida

Bloco de Carnaval

Carnaval é uma época de muita alegria, mas ainda é preciso falar do combate à violência contra mulheres.

Segundo pesquisas federais e estaduais, as denuncias de abuso e violência contra elas aumentam nesse período do ano.

Por isso, é tão importante lembrar que o corpo da mulher não é um objeto, que suas roupas não são um convite e que a liberdade tem que ser respeitas.

Carnaval é tempo de diversão, mas o assédio não é brincadeira. Se não há consentimento é abuso: Não é não!

Por isso que a Prefeitura de Cabrália levará para a avenida, no último dia do Carna Cabrália 2020, o bloco ‘Respeita as Mina’. Com o tema ‘Não é não’.

O objetivo do bloco é chamar a atenção para o combate e enfrentamento à violência contra a mulher.

O bloco será puxado pela Cantora Dani Matos a partir das 16h do domingo (16). A concentração será nos Monumentos Indígenas em Coroa Vermelha.

Para os organizadores, a vinda do bloco para o carnaval de Cabrália representa um momento de empoderamento, valorização da mulher, além de um ato cultural e político de representatividade e projeção social.

O objetivo da prefeitura é sensibilizar o folião, de forma descontraída, sobre a importância do combate à violência contra a mulher em todas as suas formas, além do combate ao machismo e ao autoritarismo.

“Muita gente ainda acha normal, puxões de cabelo e beijos forçados durante o carnaval, e o bloco vem também para combater essas formas de violência. Então, é um momento para mostrar que a gestão está atenta a essa questão”, ressaltou o prefeito Agnelo.

É bom lembrar: importunação sexual é crime

Comente com Facebook