Análise de imagens de satélite é usada pelo Ibama no combate ao desmatamento

O Ibama realizou esta semana a Operação Dalbergia em nove municípios baianos: Canavieiras, Ilhéus, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Mascote, Arataca, Camacan e Belmonte. A equipe de fiscalização inspecionou dez áreas embargadas, 11 polígonos indicativos de desmatamento e atendeu nove denúncias de crimes contra o meio ambiente.

Foram lavrados 13 autos de infração, termos de embargo, termos de apreensão e dez notificações, totalizando em mais de R$ 1,2 milhões em multas até o momento. Ainda restam notificações a serem atendidas. O Ibama monitora a cobertura florestal da Mata Atlântica por meio da análise de imagens de satélite e os desmatamento detectados são embargados. Os responsáveis pelo desmatamento ilegal são identificados e responsabilizados com a aplicação de multas.

Segundo o gerente executivo do Ibama em Eunápolis/BA, Antonio Marco do Nascimento “O monitoramento constante da região é fundamental para a redução dos índices de desmatamento da mata atlântica em nível nacional e para a conservação de um dos ecossistemas mais ameaçados do país”.

O gerente acrescenta ainda que “a verificação do cumprimento de embargo imposto pelo Ibama é fundamental na condução dos processos gerados pelas autuações, demonstrando que o processo não se encerra na autuação e no pagamento das multas e sim na completa recuperação do dano causado”

Carlos Garcia
Ascom Ibama/BA

 

Comente com Facebook