Saída de Bolsonaro seria bom para o Brasil e para o mundo, aponta jornal


Nesta segunda-feira (5), o jornal The Guardian definiu o presidente Jair Bolsonaro como um perigo para o Brasil e para o mundo.

Além disso, a publicação ainda cita a volta de Lula como “suficiente para concentrar as mentes da direita em encontrar um candidato alternativo”.

Ainda segunda a publicação, “a perspectiva do extremista de direita se tornar presidente sempre foi assustadora” e acrescenta que “o pesadelo se revelou ainda pior na realidade”.

The Guardian ainda lembra que Bolsonaro é um homem que elogiava o autoritarismo e a tortura.

“Ele não apenas usou uma lei de segurança nacional da época da ditadura para perseguir os críticos e supervisionou o aumento do desmatamento na Amazônia em 12 anos, mas também permitiu que o coronavírus se alastrasse sem controle, atacando as restrições de movimento, máscaras e vacinas. Mais de 60.000 brasileiros morreram somente em março”, afirma o jornal.

O jornal concluiu a publicação falando que a saída de Bolsonaro seria pelo bem do Brasil e do mundo.

Fonte: Redação Namidia News, com informações de The Guardian.

Comente com Facebook