Petrobras vai financiar 50 mil bolsas de estudo no exterior

A parceria com a Petrobras contempla as bolsas de graduação sanduíche; doutorado sanduíche; e doutorado pleno

A Petrobras formalizou, na quarta-feira, a adesão ao programa Ciência sem Fronteiras e o compromisso de aportar R$ 319 milhões com a finalidade de financiar oportunidades de formação no exterior para estudantes brasileiros.

A estatal participará com 5 mil bolsas do total de 101 mil bolsas de estudo previstas pelo programa. A parceria com a Petrobras contempla as bolsas de graduação sanduíche; doutorado sanduíche; e doutorado pleno.

Para se candidatar, o estudante deverá, entre outros requisitos, ter concluído, no mínimo, 40% do curso de graduação e ter obtido pelo menos 600 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os estudantes devem atender aos requisitos definidos nos editais de seleção (www.cienciasemfronteiras.gov.br) e formalizar a inscrição via internet.

 

Correio da Bahia

Comente com Facebook