Operação Policial apreende mais de 3 mil peças de motos clandestinas em SP

A Polícia de São Paulo apreendeu mais de três mil peças de motocicletas durante uma operação no Centro da capital.

Em uma delas, foram encontrados centenas de capacetes no telhado de uma loja clandestina.

A Polícia Civil investiga a origem de milhares de capacetes encontrados no telhado do prédio onde funciona uma loja de motopeças na alameda Barão de Limeira, no centro de São Paulo, fiscalizada no último sábado (7).

Os capacetes estavam presos por uma espécie de redes em duas partes do telhado. Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) tentam descobrir se os objetos são de vítimas que tiveram motos roubadas e por que estavam escondidos.

Inicialmente, a polícia estimou em centenas o número de capacetes encontrados. Na tarde de segunda-feira (9), afirmou que a apreensão somava cerca de 2.000 unidades, que tiveram de ser levadas em um caminhão-baú.

No total, a ação recolheu 3.196 peças, incluindo os capacetes. As apreensões aconteceram durante operação no bairro Campos Elíseos, área conhecida como “boca das motos”.

Segundo a polícia, quatro pessoas foram presas sob suspeita de crimes contra as relações de consumo, já que as peças comercializadas estavam sem o selo de rastreabilidade do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). A situação foi identificada em lojas da rua Guaianases e da Barão de Limeira.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, operações coordenadas pela Polícia Civil resultaram neste ano, até abril, na prisão de mais de 20 pessoas suspeitas de participarem do comércio ilegal de motopeças.

De acordo com a pasta, nos últimos anos, somente na região central da capital paulista, mais de 130 estabelecimentos comerciais foram vistoriados, sendo 47 deles interditados e mais de 200 toneladas de peças irregulares apreendidas.

Fonte: Da Redação NamidiaNews com informações de YahooNews