Mãe flagra missionário estuprando a filha em igreja

Um missionário peruano, de 31 anos, da Igreja Adventista do Sétimo Dia, foi preso em flagrante após abusar sexualmente de uma criança de 4 anos dentro de uma unidade da igreja em Itanhaém (SP). Foi a mãe da criança que flagrou o ato e denunciou o suspeito.

De acordo com a Polícia Civil, a mãe levou a menina para igreja e, enquanto participava de uma reunião, a criança foi até a Sala Primária, onde são oferecidas aulas infantis, para pegar um brinquedo. Na sala, estava o missionário que era abrigado pela unidade e, quando a menina entrou, de acordo com o registro da ocorrência, o suspeito pegou a mão da criança, colocou em seu órgão genital e começou a movimentar.

A ação foi flagrada pela mãe da menina que, ao notar a ausência da filha, foi até a sala procurá-la.

A mãe disse que, quando entrou no local, o missionário estava de costas. Logo depois, ela percebeu que ele guardou algo dentro das calças quando ouviu a porta abrir.

Já longe do suspeito, a mãe perguntou para a menina o que tinha acontecido, e a criança confirmou o abuso. Lideranças da igreja foram acionadas e, quando questionado, o peruano confessou o crime. A Polícia Militar foi até o local e o suspeito foi encaminhado à Delegacia Seccional de Itanhaém.

O peruano confessou, durante o interrogatório, que colocou a mão da criança em seu órgão sexual e falou ‘besteiras’ para a menina com conotações sexuais. A vítima foi encaminhada para exame de corpo de delito e o homem foi preso em flagrante por estupro de vulnerável. A Embaixada Peruana no Brasil foi comunicada do ocorrido.

Com informações de: G1

Comente com Facebook