Inscrições para o ENEM 2022 abertas!


A partir de ontem (10/05), abriram as inscrições para a versão impressa e digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022. A inscrição é feita exclusivamente pela internet, na Página do Participante, até o próximo dia 21.

Pela primeira vez, a taxa de inscrição poderá ser paga por meio de Pix e cartão de crédito.  A aplicação do Enem ocorre em dois dias. Neste ano, as provas estão marcadas para os dias 13 e 20 de novembro.

LINK Página do Participante. 

O valor da taxa de inscrição para o Enem 2022 é de R$ 85. É o quarto ano consecutivo sem reajuste no valor. O período para efetuar o pagamento encerra em 27 de maio.

Além do Pix e cartão de crédito, o pagamento da taxa também poderá ser feito por meio do boleto bancário, que deve ser gerado na Página do Participante e pago pelos não isentos em qualquer banco, casa lotérica, aplicativos bancários ou agência dos Correios. Vale ressaltar que a participação no exame será garantida após a confirmação do pagamento da taxa.

O resultado das solicitações de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2022 e das justificativas de ausência na edição anterior já estão disponíveis na Página do Participante. É importante ficar atento, a aprovação dos pedidos de isenção não garante a inscrição no exame. Os interessados em realizar o Enem 2022, isentos ou não, deverão fazer a inscrição na Página do Participante.

O estudante Rafael Vasconcelos de Andrade vai se inscrever no Enem 2022 e, pela terceira vez, fazer a prova em busca de conquistar uma vaga no curso de medicina. “A gente passa o ano todo se preparando e tem sido uma jornada muito árdua, difícil, mas tenho enriquecido meus conhecimentos e me sinto preparado para fazer a prova”, relatou.

Cursando o último ano do ensino médio, Maryana Belfort Bezerra, também está se preparando para disputar uma vaga do curso de medicina e apontou fatores positivos desta edição do exame. “Achei muito interessante o Inep não ter aumentado o valor da inscrição, mesmo com a alta dos produtos, e ter aumentado as opções de pagamento, que esse ano tem o Pix e cartão de crédito, o que acaba dando maior acessibilidade para os estudantes fazerem a prova”, disse a estudante.

As solicitações por atendimento especializado também deverão ser feitas por meio da Página do Participante entre 10 e 21 de maio. O resultado dos pedidos de atendimento especializado será publicado no dia 7 de junho, data em que se inicia o prazo para a apresentação de recurso (que se encerra em 12 de junho). O resultado do recurso será divulgado em 22 de junho.

Uma das novidades desta edição é que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) incluiu os documentos digitais e-Título, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Digital e RG Digital como documentos válidos para identificação do participante no dia da aplicação do exame, desde que apresentados nos respectivos aplicativos oficiais. Capturas de telas não serão aceitas.

Enem Digital

Serão disponibilizadas 101.100 inscrições para os primeiros participantes que optarem pela edição digital. Após concluir a inscrição, o candidato não poderá alterar essa opção.

O participante deverá comparecer ao local de prova determinado pelo Inep e não será possível fazer a prova em computador particular.

Como usar a nota do Enem

As notas do exame podem ser usadas para concorrer a vagas em instituições federais de ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e em instituições privadas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). Elas também são aceitas em mais de 50 instituições de educação superior portuguesas.

Os participantes do Enem ainda podem pleitear financiamento estudantil por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Quem pode fazer o exame?

Todos aqueles que concluíram o ensino médio ou estão concluindo essa etapa podem fazer a prova. Os participantes que ainda não concluíram o ensino médio podem participar como “treineiros” e os resultados no exame servem somente para autoavaliação de conhecimentos.

O Inep garante atendimento especializado e tratamento pelo nome social, além de diversos recursos de acessibilidade. Há também uma aplicação para pessoas privadas de liberdade.

Como é a prova?

Os participantes respondem a 180 questões objetivas em provas de quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias. Os participantes também escrevem uma redação dissertativo-argumentativa a partir de uma situação-problema.

A aplicação terá 5 horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do chefe de sala para o início das provas. A abertura dos portões dos locais de provas ocorre às 12h, e o fechamento às 13h, de acordo com o horário de Brasília.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep, até o terceiro dia útil após o último dia de aplicação.