Facebook emite nota sobre acatar determinação do STF sobre fake news

Facebook ira recorrer da sentença junto ao Supremo Tribunal Federal

Facebook afirma que a recente ordem judicial é extrema, e que representa riscos à liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira . / Imagem de Krzysztof Kamil

O Facebook emitiu nota neste sábado 1º de agosto, explicando que irá acatar a determinação do STF para bloquear contas de bolsonaristas não só aqui no Brasil mas também no exterior. Afirmando assim , mesmo sob protesto que não compactua com noticias falsas.

A ordem de bloqueio das 16 contas faz parte do “inquérito das fake news”, que tenta desarticular uma rede de produção de notícias falsas com ataques a autoridades e personalidades inclusive a ministros do próprio STF.

Segundo a nota o Facebook havia cumprido com a ordem de bloquear as contas no Brasil ao restringir a visualização das Páginas e Perfis a partir de endereços IP no país.

A nota segue afirmando que pessoas com endereço de IP no Brasil não conseguiam ver os conteúdos mesmo que os alvos da ordem judicial tivessem alterado sua localização IP.

Já em outro ponto da nota divulga hoje pela rede social e num tom de protesto, o Facebook afirma que a recente ordem judicial é extrema, e que representa riscos à liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira e que entra em conflito com leis e jurisdições ao redor do mundo.  

E conclui afirmando que a empresa se sente tolhida a cumprir a ordem devido à ameaça de responsabilização criminal de um funcionário do Facebook Brasil e que, não teve alternativa a não ser cumprir com a ordem de bloqueio global das contas.

O Facebook ira recorrer da sentença junto ao Supremo Tribunal Federal.

Da redação

Comente com Facebook