Dia do Nordestino: Conheça a história da data comemorativa

Dia do Nordestino

Hoje, dia 8 de outubro, é o Dia do Nordestino! Em 2009, a Câmara Municipal de São Paulo instituiu a data comemorativa por meio da lei 14.952, em homenagem aos nove estados que constituem essa região tão singular do Brasil: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Por conta de ter sido resultado de uma votação da câmara de vereadores de São Paulo, a decisão não vale para o todo o país. Entretanto, diversos estados adotaram a comemoração de forma informal.

Por que 8 de outubro?

O dia foi escolhido a fim de prestar homenagem ao nascimento do cantor e compositor cearense Antônio Gonçalves da Silva, conhecido como Patativa do Assaré. O artista é um dos principais representantes da cultura nordestina e compôs músicas que foram gravadas por vários cantores, entre eles o pernambucano Luiz Gonzaga, o “Rei do Baião”.

A data permanece conhecida como o Dia do Nordestino mesmo depois de, em 2019, a lei 17.145 revogar o texto original e alterar a homenagem aos nordestinos para o dia 2 de agosto – dia em que morreu Luiz Gonzaga. Ele foi responsável por popularizar a cultura do forró por todo o Brasil.

Sendo assim, por conta da fama da antiga data, o Nordeste ganha dois dias comemorativos para chamar de seu. Seja no dia 8 de outubro ou 2 de agosto, os mais de 56 milhões de nordestinos podem celebrar a cultura, história e existência do povo com o intuito de prestigiar a região heterogênea em sua dialética, culinária, costumes e jeito de ser.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de Rádio Jornal

Comente com Facebook