Auxílio Emergencial: 5,2 milhões recebem nova parcela nesta quarta

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta quarta-feira (21) mais uma parcela do Auxílio Emergencial a 5,2 milhões de trabalhadores.

Aos trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, o pagamento já é referente à 2ª parcela de R$ 300 do benefício. Nesta quarta, recebem 1,6 milhão de trabalhadores cujo número do NIS encerra em 3. 

Entre os demais trabalhadores, estão 2,3 milhões que vão receber a primeira parcela do Auxílio Emergencial extensão, de R$ 300. Outros 1,3 milhão ainda vão receber alguma das parcelas de R$ 600 – entre eles, trabalhadores que fizeram a contestação entre os dias 20 de julho e 25 de agosto, e que receberão a primeira das 5 parcelas de R$ 600 do benefício.

Para os trabalhadores fora do Bolsa Família, a ajuda paga nesta quarta será creditada em conta poupança social digital da Caixa, que poderá ser usada inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta quarta serão liberados no dia 28 de novembro.

VEJA QUEM RECEBE NESTA QUARTA:

  • 1,6 milhão de trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, cujo número do NIS encerra em 3, recebem a 2ª parcela de R$ 300
  • 1,3 milhão de trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em agosto, recebem a próxima parcela de R$ 600: 
    – aprovados que já receberam 4 parcelas recebem a quinta parcela; 
    – aprovados que já receberam 3 parcelas recebem a quarta parcela; 
    – aprovados que já receberam 2 parcelas recebem a terceira parcela; 
    – aprovados que já receberam 1 parcela recebem a segunda parcela; 
    – novos aprovados recebem a primeira parcela.
  • 2,3 milhões de trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em agosto, recebem a primeira parcela de R$ 300:
    – trabalhadores que já receberam as 5 parcelas de R$ 600 recebem a primeira de R$ 300

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br


Fonte: Caixa Econômica Federal (CEF)/ auxílio.caixa.gov.br

Comente com Facebook