Assassina de Daniela Perez volta a trabalhar, e Glória Perez se revolta

A autora Glória Perez mostrou mais uma vez sua indignação e revolta com a justiça ao saber que a Paula Thomaz, mulher que assassinou sua filha, Daniella Perez, há 28 anos, está trabalhando no meio artístico.

“Essa criminosa não tem limites. Não preservou o filho que estava na barriga, quando se fez assassina, e não preserva a filha de um meio onde terá sempre como referência ser a filha de uma assassina”, disse ela na rede social.

Segundo informações da coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia, do Rio de Janeiro, Thomaz  tem circulado em um dos shoppings da Barra da Tijuca por levar sua filha para uma agência de talentos artísticos no local.

Relembre o assassinato de Daniela Perez

Em 28 de dezembro de 1992, Daniela Perez foi assassinada por Paula Thomaz e seu então marido, o ator Guilherme de Pádua. Na época, a atriz atuava com Pádua na novela “De Corpo e Alma”, escrita por Glória Perez. Ele planejou o crime depois de tentar fazer com Daniela pedisse para a mãe aumentar seu papel no folhetim.

Guilherme foi sentenciado a 19 anos de prisão, já Paula, a 16 anos. Os dois foram soltos depois de cumprirem um terço da pena. Eles foram julgados e condenados cinco anos depois por homicídio duplamente qualificado e por motivo torpe e sem possibilidade de defesa da vítima.

Fonte: Terra

Comente com Facebook