Três pessoas foram presas após serem flagradas com maconha e 81 comprimidos de ecstasy em ônibus na BR-116

Três pessoas foram presas após serem flagradas com quase 60 kg de maconha e 81 comprimidos de ecstasy em ônibus que viajavam na BR-116, trecho de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

O caso aconteceu no sábado (22), durante a “Operação Narco II” da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que tem o objetivo de fortalecer o combate à criminalidade. 

De acordo com a PRF, o primeiro flagrante foi por volta das 14h30 no Km 830, quando os agentes federais suspeitaram de uma passageira, de identidade não revelada, em abordagem a um ônibus de transporte interestadual de passageiros, que fazia linha São Paulo (SP) X Natal (RN). 

Conforme a PRF, ao solicitar que apresentasse suas bagagens, a passageira informou possuir apenas duas mochilas. Os policiais fizeram a inspeção e encontraram sete pedaços pequenos de maconha. Após ser flagrada, a mulher contou aos policiais que possuía outra bagagem. 

Ainda conforme a PRF, na outra bagagem, os agentes encontraram 29 tabletes grandes e 4 pedaços menores de maconha, com peso total de 23kg. Questionada sobre a situação, a mulher informou que recebeu a droga em São Paulo (SP) para entregar em Fortaleza (CE) e que receberia o valor de R$ 2 mil pelo transporte. 

O segundo flagrante ocorreu por volta das 16h30 no mesmo local, quando os agentes federais abordaram um ônibus de transporte interestadual de passageiros, com também itinerário de São Paulo (SP) X Natal (RN). A PRF informou que os policiais sentiram forte odor característico de maconha quando fiscalizaram o compartimento de bagagem. 

Após verificarem as bagagens, os policiais encontraram duas malas com maconha: uma com 23 tabletes (cerca de 27kg) e a outra com 14 tabletes e meio (peso aproximado de 9,8kg), além de 81 comprimidos de ecstasy que estavam escondidos dentro de embalagens de balas. 

Segundo a PRF, o primeiro homem, proprietário de uma das bagagens, apresentou documento de identificação falso (CNH). Após assumir a posse da droga, informou que sabia de que o documento era falso e que o tinha adquirido na cidade de Petrolina (PE), há cerca de 4 meses. 

O homem, de identidade não revelada, contou à polícia que levaria a droga até a cidade de Recife (PE) e que receberia a quantia de R$ 2.5 mil. Ele disse ainda, que, na rodoviária de São Paulo chegou a oferecer a um outro rapaz a quantia de R$1 mil para que levasse outra bagagem até Recife. 

Conforme a PRF, questionado, o proprietário da outra bagagem foi identificado e confirmou que havia recebido a quantia R$ 1 mil para transportar a droga. 

Os envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil local, além do material apreendido, para as demais providências cabíveis. A PRF informou que, com esta ocorrência, sobe para 7 o número de passageiros flagrados com droga na BR-116 nesta semana. 

Redação Namidia News, com informações G1 BA/ PRF

Comente com Facebook