Secretário municipal de Itamaraju está recebendo auxílio emergencial tendo salário de R$ 9 mil


Após a divulgação de que Gustavo Souto, chefe de gabinete do prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica (PSDB), está recebendo o auxílio emergencial, mesmo recebendo um salário de R$ 3.200,00 (três mil e duzentos) mensais, outros servidores do alto escalão também estão na lista dos beneficiários.

É o caso de Cassio Marchesini, conhecido como Cassio Cocobongo, que apesar de ser o secretário municipal de cultura e esportes de Itamaraju, e receber salário de R$ 9 mil por mês, se cadastrou e está recebendo o auxílio emergencial sem ter direito, tendo em vista que não estaria desempregado e atualmente possui renda e emprego formal.

Cassio Cocobongo é suplente na câmara de Itamaraju e atualmente é o presidente do Partido Republicanos no município.
Ele também é conhecido por ser produtor de bandas e ainda possui uma agência de publicidade e propaganda que presta serviço para prefeituras e políticos da região, inclusive faz a assessoria do prefeito Marcelo Angênica.

O município de Itamaraju é a 6ª cidade da Bahia com maior número de servidores municipais recebendo o auxílio emergencial indevidamente.

Segundo o Tribunal de Contas dos Municípios, ao todo 869 servidores estão cadastrados para receber o auxílio emergencial e serão obrigado a devolverem e ainda responderão judicialmente caso tenho cometido fraude no momento do cadastramento.


O chefe de gabinete do prefeito Marcelo Angênica já foi denunciado ao Ministério Público Federal e deverá responder na justiça, além de ter que devolver os recursos e pode perder a função pública, assim como os demais funcionários que também supostamente fraudaram o auxílio emergencial, que ainda podem responder criminalmente na Justiça Federal.

Redação Namidia News

Comente com Facebook