Governo da Bahia é intimado pelo STF para justificar vacinação de jornalistas

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) foi intimada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para prestar esclarecimentos e justificar a inclusão dos jornalistas como grupo prioritário na vacinação contra a Covid-19 na Bahia. O prazo de manifestação fora dado pelo ministro Dias Toffoli que relata a reclamação constitucional impetrada pelo Ministério Público baiano que visa barrar a aplicação das doses.

O ministro determinou 72 horas para o esclarecimento do Estado. Além disso, após as justificativas apresentadas, proceder ou não com o andamento da reclamação.

O pedido de medida cautelar da reclamação constitucional contra a vacinação foi protocolado no STF desde a semana passada. A petição encaminhada foi assinada pela procuradora geral adjunta do MP baiano, Wanda Valbiraci Caldas Figueiredo e conta com total anuência da chefe do MP-BA, Norma Cavalcanti.

Algumas prefeituras vacinaram os profissionais da comunicação na sexta-feira (4), incluindo Salvador, que conforme a Comissão Intergestores Bipartite (CIB), somente jornalistas acima de 40 anos foram vacinados.

Fonte: Redação, com informações de Portal Gongogi.

Comente com Facebook