Governador sanciona lei de criação da Companhia Baiana de Insulina

O governador Rui Costa sancionou a lei que permite a criação da Companhia Baiana de Insulina (Bahiainsulina), estatal que irá produzir medicamento para tratamento e controle do diabetes.
O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (29). 

Com a sanção, será implantada no estado a primeira fábrica de insulina do hemisfério sul. O Projeto de Lei para a criação da Companhia foi aprovado por unanimidade pelos 63 deputados na última quinta-feira (27). 

Com um investimento de R$ 200 milhões, subsidiados 100% pela iniciativa privada, será o primeiro laboratório do país – e o primeiro do Hemisfério Sul – a produzir insulina, reduzindo a necessidade de importação do hormônio da Europa e dos Estados Unidos, informou a presidência da Casa. 

De acordo com o governo do estado, a Companhia integrará a estrutura da administração pública indireta, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). A fábrica prevê a geração de até 300 empregos diretos e mil indiretos. 

“Este projeto belíssimo é uma parceria internacional, com implantação da fábrica e cooperação para transferir em 10 anos a tecnologia para produção de insulina, algo tão necessário para o povo brasileiro e a Bahia. Isso é bom para a ciência, a saúde e também para a economia da Bahia porque vai gerar emprego”, afirma o governador.

A Bahiainsulina será o braço fabril da Bahiafarma para a produção de insulina para o SUS. A Bahiafarma é detentora da Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP) de insulina humana, que garante que o Ministério da Saúde adquira da Bahiafarma 50% da demanda nacional do SUS. O laboratório ucraniano Indar é responsável pela transferência de tecnologia.

Redação Namidia News, com informações: Diário Oficial do Estado (DOE). Fotografia: Divulgação ALBA.

Comente com Facebook