Exame de coronavírus deu negativo em paciente internada em Teixeira de Freitas

Coronavírus

Em Teixeira de Freitas, o primeiro caso suspeito de coronavírus foi registrado na última sexta-feira (28).

“Ele foi notificado conforme os protocolos médicos e toda a precaução e procedimentos obedeceram às normativas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A coleta de material para exame foi feita com agilidade e encaminhada para o LACEN-BA, em Salvador”, informa Herbert Chagas, secretário de Saúde do município.

Na manhã deste domingo (1º), os resultados para a suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus foram negativos e o caso excluído por não se enquadrar laboratorialmente, sendo positivo para o vírus influenza B, que causa quadro gripal.

Ressalta-se que os números são dinâmicos. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro).

Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de duas amostras, que são encaminhadas com urgência para o LACEN- BA.

Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecta o genoma viral.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

‘’A fim de ampliar as medidas de prevenção contra infecções virais como coronavírus, H1N1, H3N2 e influenza B, as autoridades sanitárias municipais e estadual vem sensibilizando a sociedade sobre a importância da higiene regular das mãos e ratificar a necessidade de cumprimento da Legislação Estadual nº 13.706/2017, que determina a disponibilização de dispensadores de álcool gel por parte de estabelecimentos comerciais que prestam serviços diretamente à população”, completa Chagas.

Teixeira Hoje

Comente com Facebook