Companhia Hidrelétrica alerta 33 prefeituras sobre cheia no Rio São Francisco; situação pode causar alagamentos em municípios da Bahia

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) alertou 33 prefeituras de municípios ribeirinhos, em quatro estados do nordeste, sobre a cheia no Rio São Francisco.

Na Bahia, a situação pode causar alagamentos nas cidades de Juazeiro, Paulo Afonso e Curaçá.

O alerta da Chesf foi enviado também para cidades em Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

O aumento do nível do rio começou no dia 12 de janeiro. Por causa da cheia, a liberação da água na barragem de Sobradinho deve ser ampliada para 4.000 m³ até a próxima segunda-feira (24). Essa é a maior vazão hídrica dos últimos 12 anos e regiões do Submédio e Baixo São Francisco podem ficar alagadas, segundo informou a Chesf. 

Ainda segundo a empresa, as águas estão sendo liberadas para aguardar o grande volume de chuvas que estão caindo no Alto São Francisco durante o mês de janeiro. 

“A previsão é que Sobradinho, nosso maior reservatório, alcance 75% de armazenamento no fim de janeiro”, informou o diretor de Operação da Chesf, João Henrique Franklin.

Confira as cidades ribeirinhas já contatadas pela Chesf:

Submédio São Francisco

Juazeiro – BA 
Curaçá – BA 
Paulo Afonso – BA
Petrolina – PE 
Belém do São Francisco – PE 
Cabrobó – PE 
Floresta – PE 
Lagoa Grande – PE 
Santa Maria da Boa Vista – PE 

Baixo São Francisco:

Penedo-AL 
Pão de Açúcar-AL 
Belo Monte – AL 
Olho D’Água do Casado-AL
Porto Real do Colégio-AL 
Piaçabuçu-AL 
Piranhas-AL 
São Brás-AL 
Igreja Nova – AL
Traipu – AL 
Propriá – SE 
Amparo do São Francisco – SE 
Brejo Grande – SE 
Canhoba – SE 
Canindé do São Francisco – SE 
Gararu – SE 
Ilha das Flores – SE 
Monte Alegre de Sergipe – SE 
Nossa Senhora de Lourdes – SE 
Nossa Senhora da Glória – SE 
Neópolis – SE 
Poço Redondo – SE 
Porto da Folha – SE 
Telha – SE