Comerciantes de Periperi recebem ameaça para não abrir portas

Morador de Periperi que pediu para não ter rosto mostrado, exibe carta com ameaça aos comerciantes

Após sofrer com arrastões e saques nos primeiros dias de greve da Polícia Militar, os moradores de Periperi receberam no final da tarde desta segunda, 06, mais uma ameaça, desta vez destinada aos comerciantes. “Amanhã dia 07/02/2012, o comércio em Periperi não abrirá ouviram?”. Eram estes os dizeres da carta entregue a comerciantes da feira do bairro, das praças da Revolução e do Sol. Em virtude da ameaça, muitos comerciantes fecharam as portas mais cedo nesta segunda, e a informação da ameaça havia chegado a outros comerciantes de bairros do subúrbio.

“Com medo de que acontecesse alguma coisa, as pessoas começaram a fechar o comércio logo. A situação é de medo mesmo”, disse um morador do bairro que cedeu cópias da carta à reportagem de A TARDE. Segundo o mesmo morador, “a ameaça de retaliação para quem abrir o comércio foi clara. Disseram para a gente não abrir mesmo. Se não tem policial, quem vai desobedecer?”, indagou o morador da praça do Sol. Na carta, havia recomendação para que fosse entregue a “Julio da Farmácia”, que, segundo moradores, é policial.

Na mesma praça, as pessoas tentavam manter a normalidade. Algumas crianças brincavam de bola, casais, inclusive, namoravam em mesas no meio da praça; outros não deixavam o “baba” no campo de areia, próximo à 5ª DT (Periperi).

Medo – O dono de um bar próximo à feira disse que iria observar o movimento pela manhã para decidir se abre ou não. “Vou chegar entre nove ou dez horas. Se tiver dois ou três bares abertos, vou ver se abro também o meu”, disse o dono do bar. Ele ressaltou que costuma abrir as portas por volta das sete horas. “Recebi a carta e fiquei com medo”, enfatizou. Moradores de Periperi reclamam a presença de tropas federais no bairro.

Também na noite desta segunda, lojas no bairro do Curuzu foram arrombadas e um supermercado em Camaçari assaltado. Neste último caso, os ladrões estavam em um veículo Montana preto, placa NPI-2475.

 

ATARDE

Comente com Facebook