Caso dos respiradores: Rui cobra prisão dos envolvidos

Nesta segunda-feira (13), o governador Rui Costa cobrou a prisão dos envolvidos na venda ilegal de respiradores para o Consórcio Nordeste.

A venda ocorreu no início da pandemia de Covid-19, o governo estadual pagou pelo equipamento, mas não recebeu nem os aparelhos e nem a devolução do pagamento (aproximadamente R$ 48 milhões).

“Espero que essas pessoas voltem a ser presas e possam devolver o dinheiro”, afirmou Rui Costa.

Além disso, Rui relatou que os detidos chegaram a confessar a irregularidade e acertaram o ressarcimento do pagamento feito antecipadamente, mas foram soltos por orientação do Ministério Público, o caso foi encaminhado para a Justiça Federal.

“Não consigo enxergar onde está o interesse público na libertação dos envolvidos”, lamentou o governador.

Rui também ressaltou que se o MP poderia ter encaminhado o caso ao STJ, mas que os envolvidos deveriam ficar presos.

Por Redação Namidia News, com informações de Bahia.ba

Comente com Facebook