Bahia registra segunda maior alta nos preços da gasolina

O preço do litro da gasolina nos postos do Brasil registrou um aumento de 1,89% na primeira quinzena de janeiro de 2023, em comparação a dezembro do ano passado. Segundo levantamento realizado pela ValeCard, o valor médio do combustível está sendo comercializado por R$ 5,264. 

Entre os estados que lideram o aumento nos preços do combustível, a Bahia (6,41%) fica atrás apenas do Ceará (6,75%). Em terceiro aparece o Amapá(5,99%). Por outro lado, outros seis estados registraram quedas nos preços: Acre (-4,18%), Rondônia (-1,37%), Pernambuco (-1,00%), Maranhão (-0,98%), Paraná (-0,67%) e Paraíba (-0,20%).

O preço do etanol também subiu. O aumento foi de 2,93% em comparação ao mês anterior. O combustível está sendo comercializado por R$ 4,017. 

“Após aumento registrado nos primeiros dias de 2023, devido às incertezas sobre uma nova política de preços da Petrobras e sobre os impostos federais que incidem sobre os combustíveis, na segunda semana do ano já observamos uma reacomodação dos preços, refletindo a queda nos preços internacional do petróleo e também do etanol anidro, que é usado na composição da gasolina vendida nos postos”, disse o responsável pela área de mobilidade na ValeCard, Brendon Rodrigues. 

Em dezembro de 2022, o preço do combustível apresentou uma queda de 1,60%. Entre junho e setembro do ano passado, a Petrobras reduziu o valor da gasolina nas distribuidoras em quatro oportunidades. O ciclo de queda foi alimentado pela limitação do ICMS sobre os produtos nos estados instituída pela Lei Complementar 194/22, decretada no dia 24 de junho.

Entre as capitais brasileiras, o menor preço registrado nos primeiros 15 dias de 2023 foi em Campo Grande (R$ 4,850), seguida por João Pessoa (R$ 4,933) e Cuiabá (R$ 4,949). Os maiores valores médios foram encontrados em  Fortaleza (R$ 5,837), Belém (R$ 5,667) e Boa Vista (R$ 6,196).

Fonte: atarde

Comente com Facebook