Após filho ser vítima da Covid-19, pai morre horas depois com a doença na Bahia

O idoso Jurandy dos Santos, de 83 anos, morreu em decorrência de complicações da Covid-19 horas depois do filho dele, um policial civil, que também faleceu por causa da doença na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia, na quinta-feira (20).
Policiais, familiares e amigos fizeram uma homenagem às vítimas na manhã desta sexta-feira (21).

“Elton morreu 14h50 [de quinta-feira] quando eu fiquei sabendo da morte do pai dele era 22h”, detalha Deise Moreira, policial e colega de trabalho de Elton.

Deise ainda informou que a mãe de Elton e esposa de Jurandy, também foi infectada pela Covid-19, ela é idosa, mas fez o tratamento em casa e passa bem. 

Elton e Jurandy foram enterrados por volta das 12h desta sexta-feira, no Cemitério São Francisco, que fica no bairro Nelson Costa, em Ilhéus. Antes do enterro, houve uma carreata em homenagem a eles. 

“Elton era um policial dinâmico, amigo de todo mundo, fazia programa policial em uma rádio de Ituberá, ele trabalhava em Presidente Tancredo Neves [cidade da Bahia] gostava de ser policial e atuar na rádio. Ele fazia todo mundo rir, conquistava as pessoas. A gente tinha muita esperança que ele ia superar essa doença. Ele deixa esposa e duas filhas, uma adolescente e outra já adulta, de 21 anos”, detalha Deise. 

O caso:

Elton Mário, investigador da Polícia Civil morreu na quinta-feira (20) em decorrência da Covid-19, em um hospital do município de Ilhéus, sul da Bahia. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindipoc).

De acordo com a entidade, Elton Mário da Silva estava internado há 25 dias no Hospital Vida Memorial, e familiares contaram que ele era hipertenso. 

O policial era lotado na Delegacia Territorial da cidade de Presidente Tancredo Neves.


Redação Namidia News, com informações TV Santa Cruz/ Sindipoc

Comente com Facebook