Autópsia revela mão de turista desaparecido dentro de tubarão

Mão de turista dentro de tubarão

Turista desapareceu neste final de semana ao sair para nadar nas Ilhas Reunião. Mão humana dentro de tubarão morto nesta quarta foi identificada como sua.

Um britânico de 44 anos aproveitava seus dias de folga ao lado de sua esposa nas Ilhas Reunião, no Oceano Índico, no último final de semana, quando decidiu ir nadar sozinho no mar e não voltou mais.

Na ocasião, sua esposa alertou as autoridades locais, que iniciaram buscas no local e em regiões próximas. Mas apenas nesta quarta (6), alguns dias após seu desaparecimento, um vestígio macabro de seu corpo foi encontrado: uma mão, que estava dentro da barriga de um tubarão tigre morto pela guarda das ilhas e foi identificada como sua.

O predador foi morto por autoridades francesas na região pois foi considerado uma ameaça ao nadar próximo a praias turísticas.

A mão do turista foi encontrada dentro do animal durante a autópsia. Sua esposa confirmou tratar-se da mão de seu marido, já que esta carregava uma aliança.

Testes de DNA ainda serão realizados para confirmar a identidade. Entretanto, cientistas do Centro de Segurança em Tubarões da região francesa foram informados de que o anel de casamento “estava em conformidade com o identificado pela esposa do homem”, disse a fonte entrevistada pelo Daily Mail.

As Ilhas Reunião são um dos locais com maior índice de ataques de tubarão a banhistas e surfistas no mundo. Se confirmado o ataque como causa da morte do turista britânico, será o 12ª óbito provocado por tubarões no arquipélago apenas nesta década, além de inúmeros outros ataques não-fatais.

O alto número de ataques inclusive já levou autoridades das Ilhas Reunião a discutirem medidas de segurança e prevenção em conjunto com gestores ambientais da cidade de Recife, em Pernambuco, outro lugar que sofre com tubarões.

Atrás apenas dos tubarões-brancos, os tubarões-tigre são os segundos em números de ataques a humanos, o que, para os franceses, justifica o sacrifício destes animais caso os mesmos sejam encontrados em áreas consideradas de risco para a vida.

Apesar desse fato, não foi possível afirmar se o que causou a morte do britânico foi realmente um ataque ou afogamento.

O surf chegou a ser proibido nas perfeitas ondas de St. Leu, nas Ilhas Reunião, devido ao altíssimo índice de ataques de tubarão (reprodução)

Comente com Facebook