Pênis apodrece após homem injetar cocaína

Um homem de 35 anos teve graves lesões no pênis após injetar cocaína em uma veia da genitália.

O paciente chegou à emergência de um hospital nos Estados Unidos relatando que já estava com uma dor “excruciante e crescente” havia pelo menos três dias.

Além da dor, a genitália apresentava inchaço, um branqueamento na parte da frente e necrose e úlcera na lateral.

O caso foi relatado pelos médicos do hospital BronxCare Health System, de Nova York, na revista American Journal of Case Reports.

Exames mostraram que a pele do pênis estava morta e, ao redor do escroto, ela começava a apodrecer e descascar. O paciente contou ha injetado a droga diluída em água duas outras vezes na quinzena anterior à internação, sem complicações.

O uso de drogas intravenosas leva a lesões graves nas veias, incluindo eritema, tromboflebite, vasoconstrição, necrose, desenvolvimento de úlcera venosa e oclusão da veia.

Usuários de drogas intravenosas têm 35 vezes mais chances de desenvolver doenças venosas crônicas do que pessoas que nunca utilizaram os mesmos entorpecentes.

“É muito importante que o médico aconselhe os usuários ativos de drogas intravenosas sobre possíveis complicações da injeção de drogas em locais incomuns”, disseram os médicos.

O paciente melhorou lentamente após ser medicado com antibióticos na veia por cinco dias, além de fazer curativos para as feridas. Depois disso, ele continuou o tratamento em casa com antibióticos por outros 10 dias.

Os médicos contaram que ele se recusou a ir para a reabilitação para tratar a dependência em drogas e interrompeu o acompanhamento no hospital. Com isso, não ficou claro se ele se recuperou completamente.

Fonte: Da Redação NamidiaNews com informações de uol

Comente com Facebook