Após 6 meses, inquérito sobre morte de Gabriel Diniz continua sem conclusão

Inquérito sobre morte de Gabriel Diniz

A apuração da polícia civil sobre o acidente aéreo que há seis meses resultou na morte do cantor Gabriel Diniz e dois pilotos, no Povoado Porto do Mato, em Estância (SE) ainda não foi concluído.


Segundo o G1, a PF solicitou à Justiça Federal uma nova prorrogação do prazo de finalização da investigação, já que o atraso na entrega dos laudos adia a conclusão do inquérito.

O prazo era de 30 dias após o acidente, mas com o pedido, o prazo passa para fevereiro de 2020.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou, por meio de nota, que a investigação terá o menor prazo possível e que tem como objetivo prevenir que acidentes semelhantes voltem a ocorrer.

O acidente ocorreu no dia 27 de maio quando Gabriel Diniz, interprete do hit “Jenifer”, e os pilotos Abraão Farias e Linaldo Xavier estavam seguindo para Maceió, Alagoas, a bordo do avião Piper Cherokee PT-KLO, fabricada em 1974, com capacidade para quatro pessoas. A aeronave pertencia ao Aeroclube de Alagoas.

Comente com Facebook