AlfaCon realiza ‘aulão’ de revisão em Salvador para o concurso da PM-BA; confira dicas para se dar bem na prova

Aulão para concurso da PM-BA

Mais de 110 mil pessoas estão inscritas para o concurso da Polícia Militar da Bahia, segundo o Instituto Brasileiro de Informação e Capacitação (IBFC), banca que organiza o exame. Por isso, estar bem preparado é fundamental para conquistar uma das 1.000 vagas disponíveis para Soldado Militar.

Nos dias que antecedem o teste, que acontece no dia 19 de janeiro, muitos concurseiros podem ficar confusos sobre o que devem fazer. Pensando em ajudá-los nessa reta final de preparação, o AlfaCon realiza no próximo dia 18 (sábado), no Fiesta Bahia Hotel, a partir das 8h, a “Super Revisão”, evento que pode ser uma última oportunidade para quem está interessado em relembrar os principais tópicos do concurso da Polícia Militar.

Mais de 10 matérias estão previstas na programação do ‘aulão’, incluindo Direito Penal, Raciocínio Lógico, Língua Portuguesa, Informática e Direito Administrativo. Professores do AlfaCon abordarão os temas que mais têm chances de cair em cada disciplina. “Além da revisão, também realizaremos palestras motivacionais, pois queremos que o aluno se sinta amparado pelos professores, fazendo a prova mais confiante”, comenta o professor de Língua Portuguesa do AlfaCon, Alexandre Soares.

Para participar da revisão, basta se inscrever pelo site do evento até o dia 17/01. Ao todo, são mais de 1.500 vagas disponíveis.

Dicas para ir bem na prova

Por ser conhecida como uma prova de nível médio para fácil, cada questão acertada pode ser decisiva no cálculo da nota. Para Soares, fazer simulados pode auxiliar o candidato a identificar os temas que ele não domina, além de imitar a experiência que irá encontrar no dia da prova. “O estudante deve trabalhar a ansiedade e focar na revisão do conteúdo. Esse é o momento de fazer muitos exercícios e deixar a teoria de lado”, comenta.

Já no dia da prova, a melhor maneira de resolvê-la é começando pelas questões mais fáceis, como aponta o Coordenador Pedagógico do AlfaCon, Daniel Lustosa. “Fazendo isso, o candidato tem maior controle do tempo e de sua confiança”, diz. Tanto a redação como as questões mais difíceis, segundo ele, devem ser deixadas para o fim, quando o candidato tiver mais tempo sobrando. 

Lustosa também alerta que, caso o estudante perceba que uma questão está levando muito tempo para ser resolvida, o ideal é pular para a próxima pergunta. “Tempo e concentração são essenciais para fazer uma boa prova. O candidato sabe que estudou bastante durante muito tempo, então ele não pode deixar de acreditar no seu potencial”, conclui.

Comente com Facebook